Palavra do Pároco

13 de março de 2016

Os meses vão passando, e a Paróquia de Palhais/Santo António dá sinais de muita frescura, espírito e vida.
– Em poucos dias conseguimos fazer o milagre da partilha. Recolhemos 1270,64€ que já foram entregues à Cáritas de Setúbal. Um muito obrigado a todos os jovens e adultos que colaboraram nos peditórios de rua. E a todos os que deixaram a sua contribuição no peditório feito na igreja.
– Também é importante informar que recolhemos e enviámos 270,66€ para o Seminário de Almada e 301,90€ para a Diocese de Setúbal.
– Ao longo dos meses, recebemos várias ofertas para ajuda aos carenciados da Paróquia, tanto em bens como em dinheiro. São várias as empresas e individuais que ajudam regularmente. Tudo foi e é entregue às pessoas que necessitam, via Banco Alimentar da Paróquia (aceitam-se voluntários!!!), como por ajudas diretas do Pároco. Já agora, a Paróquia tem uma conta bancária utilizada exclusivamente para apoiar os mais desfavorecidos da Paróquia. Quem desejar, pode contribuir.
IBAN: PT50 0035 0141 00092391930 12.
– Juntos, conseguimos estar 24 horas com Jesus. Vimos e testemunhámos uma Igreja cheia. Um agradecimento profundo a quem, no silêncio, aceitou o meu desafio de preparar o altar da adoração e a quem foi responsável por uma hora.
– Quero também agradecer a quem mantém os espaços paroquiais limpos e organizados. Desde o cartório paroquial, passando pelas limpezas das igrejas, salas e capelas mortuárias… e a todos que utilizam estes espaços e colaboram pelo seu bom estado de manutenção (por usarem e deixarem tudo limpo, por contribuírem monetariamente para as limpezas, oferecendo flores, etc).
– Foram (e são) visitados dezenas de idosos e doentes semanalmente. Tanto pelo Pároco, como pelos enviados do Pároco, nos Ministros Extraordinários da Comunhão. Agradeço que me indiquem moradas e nomes, para visitas.
– Após consulta ao Conselho de Assuntos Económicos, fundiram-se as várias contas bancárias da Paróquia, como sinal de unidade. Juntos, somos mais fortes!
IBAN: PT50 0035 0141 00032296730 54
– Um grupo de jovens começa a florescer na Penalva. Vários Acólitos e Ministros Extraordinários da Comunhão estão a receber formação inicial. Os catequistas continuam empenhados na educação cristã e preparam dinâmicas interessantes para toda a Paróquia. Muitas pessoas oferecem-se para vários serviços. Muitas outras dão sugestões de melhoria. Avizinham-se tempos de vida para Palhais/Santo António… colaboremos todos! Caminhemos juntos!
 

 

13 de fevereiro de 2016

Há números especiais:
O 3 como número da perfeição.
O 7 como número da totalidade (mundo criado em 7 dias, 7 sacramentos, …)
O 40 representa a duração habitual da vida humana em tempos de Jesus: 40 anos.
Os Hebreus ficaram 40 anos no deserto, onde não conseguiram resistir às tentações (até inventaram um deus-animal!).
Jesus passou 40 dias no deserto e resistiu às tentações.
E nós vivemos a Quaresma durante 40 dias, em memória da passagem de Jesus pelo deserto.
Também nós vamos, de certa forma, para o deserto. Com a certeza que haverá muita vida (e tempo mais ameno) quando sairmos dele.
Também nós, no deserto da Quaresma, somos desafiados a escutar o som do silêncio, a sentir a brisa do Espírito que nos visita e acompanha.
Também nós devemos refletir neste período de tempo, como o tempo mais importante de todo o ano: são 40 dias para voltarmos a nós mesmos, para voltarmos a olhar para a Comunidade com misericórdia e compaixão, para nos aproximarmos do rosto misericordioso de Deus.
Se contares bem os dias desde a Quarta-feira de Cinzas até ao Domingo de Páscoa, verás que são quarenta, sem contar com os domingos que, para os cristãos, são como pequenas festas de Páscoa em memória de Jesus ressuscitado. Por isso, só os dias da semana fazem verdadeiramente parte da Quaresma!
Que a nossa simpática Paróquia de Palhais/Santo António, se encontre verdadeiramente com Jesus no deserto da Quaresma.
Que todos nós aproveitemos verdadeiramente estes dias, como oportunidade de recomeçarmos de novo. Recomendo vivamente o sacramento da reconciliação (a confissão) como meio de nos esvaziarmos do lixo, para ficarmos cheios de Deus. Só quem se confessa sabe do que falo. Experimenta! Sente a Misericórdia, vive a Misericórdia!

Regressa ao contacto com Deus através da oração!
Vive a esmola, partilha com quem não tem, e enriquece com o sorriso dos marginalizados.
Não te esqueças do jejum, controla os teus apetites e vícios, não percas tempo com o que é inútil.

Nesta Quaresma, liberta-te do peso desnecessário. E olha para Deus e para a Comunidade.
Esta caminhada de Quaresma/Páscoa é especial e vai ajudar-te muito.
E, não tenhas medo! Nunca estarás só. Tens uma grande Comunidade a rezar por ti.

 

 

15 de novembro de 2015
Recebi, com surpresa, a mensagem do meu Superior Provincial que me apontava como sucessor do P. José Luís na Paróquia de Palhais/Santo António. Pelas diversas atividades e responsabilidades que tenho, não contava ser “deslocado” para o sul, fora da área de Santa Maria da Feira. Mas, Deus é grande e tudo tem o seu significado e sentido. Confiança acima de tudo.
Agora, recebo com muito carinho as “chaves” desta Paróquia. Os primeiros dias serão para “aprender” a ser barreirense (ainda tenho de descobrir o nome que se dá aos habitantes de Palhais/Santo António!).
Simultaneamente, quero conhecer as boas gentes destas terras. Sem duvida, gente que ajudou a mudar o mundo e a levar o Evangelho aos quatro cantos do mundo… ou não estivéssemos na terra onde eram construídos os navios dos Descobrimentos!
Assim, muito em breve, irei encontrar-me com vários grupos, movimentos e pessoas desta grande Paróquia que ronda os 13405 habitantes, espalhados num vasto território, vários centros de culto e vários credos.
Por fim, em vésperas de entrar num novo ano (litúrgico), é altura de fazermos o balanço anual…
É o momento de dar graças por tudo aquilo que pudemos viver, com o apoio do pároco José Luís, que agora recebe nova missão. Convido cada um, individualmente, em família e em comunidade, fazer o balanço do ano que passou e sonhar com o próximo que agora começa… Teremos oportunidade de falar pessoalmente sobre isto mas, por favor, sonhem… vamos trabalhar juntos!
Por fim, quero confirmar nos respetivos ofícios, funções e serviços todos os que, nesta Paróquia, se encontram a trabalhar pelo Reino de Deus, por nomeação do Sr. Bispo ou do P. José Luís Moreira.
A todos agradeço a vossa disponibilidade em servir com amor esta Paróquia de Palhais/Santo António.
Caminhemos. Juntos!
Tiago no barco